Total de visualizações de página

sábado, 21 de maio de 2011

Parte Vinte: Interrogações



INT.Prédio-Apartamento 108-Sala-Noite

Sara está deitada num sofá, Felipe está sentado no outro sofá, Letícia entra sua aparência é de cansaço.

Sara
Como ele esta?

Letícia
Acho que esta estável, eu limpei as feridas dei um remédio pra dor que eu achei no armário do banheiro, improvisei uma tipoia pro braço dele...Agora é só esperar que ele melhore.

Sara
Ele vai melhorar não vai?

Letícia
Farei o possível pra isso Sara!

Sara
Eu sei que vai!

Felipe
Você parece cansada!

Letícia
Estou mesmo!

Sara
Desde que tudo isso começou todos os dias o Matias fica com essa expressão...Eu sempre digo pra ele dormir, mas ele fica preocupado de alguma coisa acontecer.

Letícia
Não posso dizer que não o entendo.

Sara
Eu posso ficar um pouco com ele?

Letícia
Claro, se acontecer qualquer coisa você me chama.

Sara
Pode deixar!

Felipe
E cuidado!

Letícia olha pra Felipe repreendendo ele.

Sara: Sai De Cena

Letícia se senta no sofá que Sara estava e recosta.

Felipe
Eu não ia comentar nada, mas eu não consigo parar de pensar no que você fez lá fora.

Letícia
O que eu fiz?

Felipe
Você matou uma pessoa e nem ao menos ficou abalada com isso, você fez uma tala pro braço dele, eu sou bem mais velho que você e não saberia fazer uma, não saberia dar um tiro tão certeiro...E muito menos me manter tão calmo diante da situação.

Letícia
Ele estava tentando matar o Matias pela segunda vez, por que eu deveria sentir remorsos por matá-lo, ainda mais pra salvar alguém...Eu não sei como eu aprendi a fazer uma tala tão bem, talvez meu pai fosse médico eu não sei...Acho que a diferença entre os que estão vivos e os que estão mortos é que os que estão vivos conseguiram manter a calma, o que me leva a pensar como você sendo tão covarde ainda está vivo.

Felipe abaixa a cabeça, Letícia se levanta.

Letícia
É melhor você parar de fazer essas perguntas...Eu não me lembro de nada antes deles me acharem.

Felipe
Eu desci pra ajudar...Eu podia ter ficado no apartamento mais eu fui ajudar, acho que você esta certa eu sou um covarde...Mais o que me preocupa em você é que eu vi nos seus olhos que aquela não foi a primeira vez que você lidou com uma situação como aquela, quando você se lembrar quem garante que não vai meter uma bala na minha cabeça, do Matias ou da garota?

Letícia
Eu não vou!

Felipe
Não tem como você saber ate que aconteça.

Letícia
Pode ser que nunca aconteça.

Felipe
E pode ser que aconteça daqui à uma hora.

Letícia: Sai De Cena

Uma lagrima escorre pelo rosto de Felipe.

INT.Prédio-Apartamento 108-Quarto-Dia

Felipe esta ao lado de Matias.

Felipe
Seu rosto está menos inchado acho que isso é bom!

Matias(Com Dificuldade)
Acho que sim!

Felipe encosta a mão na testa de Matias.

Felipe
Você esta um pouco quente, durma um pouco mais tarde a Letícia trás alguma coisa pra você comer.

Felipe sai do quarto.

INT.Prédio-Apartamento 108-Cozinha-Dia

Letícia esta cozinhando, quando Felipe entra.

Letícia
E ai?

Felipe
Acho que ele esta com febre.

Letícia
Eu sei, e isso esta me deixando preocupada, não tem mais remédio de febre aqui eu dei todos pra ele nesses últimos quatro dias, eu não sei mais o que fazer.

Felipe
Talvez nos outros apartamentos tenha mais remédios pra febre.

Letícia
Acho que ele precisa de antibióticos.

Felipe
Como eu disse talvez você consiga achar algum em um dos outros apartamentos.

Letícia
É possível, mas também é possível que já esteja fora da validade, que eu tenha que arrombar as portas...Acho que seria melhor procurar por uma farmácia.

Felipe
Você esta brincando né?

Letícia
Não!

Felipe
Eu não boto os pés pra fora desse apartamento enquanto nós tivermos comida.

Letícia
Eu não posso obrigar você a ir comigo.

Felipe
Escuta garota, essa missão suicida só vai levar você a morte, e tenho certeza que não é isso que você quer.

Letícia
Viu alguma farmácia por aqui?
Felipe
No caminho ate aqui eu vi algumas, e tenho quase certeza que no final da rua tem uma farmácia.

Letícia
Quanto de certeza?

Felipe
80%

Letícia
Essa porcentagem é quase uma certeza.

Felipe
Eu posso está enganado, eu estava fugindo, com medo...Pode ter sido uma loja de conveniência.

Letícia
Eu vou ter que me arriscar, ele vai acabar piorando ai pode ser tarde demais e eu não quero que isso aconteça.

Felipe
Desculpa, mas eu não vou com você.

Letícia
Eu não esperava que você fosse.

Felipe
Acho que você é a única que não percebe o quanto isso é um erro.

Letícia
Fica de olho na Sara, se alguma dessas coisas tentar entrar aqui, faça o possível pra evitar e se não conseguir se tranca no quarto junto com Matias e com a Sara.

Sara entrega o revolver para Felipe.

Felipe
Finalmente alguém me da uma arma.

Letícia
É só ate eu voltar, caso aconteça o pior se certifique de que sobre pelo menos três balas no tambor, entendeu?

Felipe
Sim!

Letícia retira a panela do fogo, e pega uma garrafa de água e um pacote de biscoito.
INT.Prédio-Apartamento 108-Sala-Dia

Letícia engatilha a pistola e coloca a garrafa de água e o pacote de biscoito dentro de uma mochila.

Sara: Entra Em Cena

Sara
Aonde você esta indo?

Letícia
Eu Preciso ir a um lugar Sara...

Sara
Você esta abandonando agente?

Letícia
Não! Claro que não...Só que seu irmão precisa de remédios que nós não temos aqui...Eu preciso ir buscar.

Sara(Surpresa)
Lá fora?

Letícia
É Sara...Lá fora!

Sara
É muito perigoso!

Letícia
Eu sei, mas não se preocupe eu vou e volto o mais rápido possível...Só estou levando água e alguma coisa pra comer pro caso de alguma eventualidade.

Sara
O que eu vou fazer se aquelas coisas entrarem aqui?

Letícia
Eu deixei uma arma com Felipe, ele sabe o que fazer...Eu sei que não parece, mas eu tenho certeza que se as coisas complicarem ele vai saber o que fazer.

Sara
Você acha mesmo?

Letícia
Acho!

Letícia abraça Sara e lhe da um beijo na testa.
Sara
Eu já sinto como se você fosse parte da minha família.

Letícia
Eu sinto a mesma coisa por você Sara!

Letícia abre a porta e sai.

Letícia: Sai De Cena

Felipe: Entra Em Cena

Ele nota a expressão de preocupação no rosto de Sara.

Felipe
Não se preocupe garota...Se eu sobrevivi lá fora tanto tempo, ela com certeza vai tirar de letra o inferno que esta lá fora.

Sara
Ela disse que se as coisas complicarem, você vai saber o que fazer...Você vai saber?

Felipe
Eu espero que sim!


CopyRight 2011

Respondendo aos comentarios: Eu pretendo escrever enquanto tiver pelo menos um Leitor.

Obrigado pelos comentarios de incentivo e as criticas também.

E paulo eu não entendi bem sua pergunta na parte treze, se puder esclarecer.

Obrigado a todos que estão lendo.

ASS:Miguel Dante

8 comentários:

  1. Mano, se depender de mim, isso vira filme.
    Ta muito legal

    ResponderExcluir
  2. Cara esse livro leva de 10 a zero os outros que ja li mUito BoM

    ResponderExcluir
  3. Essa história é foda demais!
    é nunca que essa história vai parar então.
    Isso podia virar uma série e um Videogame,se rolar me avisa,que o videogame eu ajudo a fazer hehehehe

    ResponderExcluir